NOTÍCIAS
 

09/01/2013

Vendas de caminhões mostram pequena mudança no ranking

A queda de 19,5% no licenciamento de caminhões em 2012, para 139,1 mil unidades (172,9 mil em 2011), segundo dados da Anfavea, não ficou tão distante das previsões do setor. Depois de um ano espetacular em 2011, quando as vendas foram estimuladas pela iminência da mudança na legislação de emissões (de Euro 3 para Euro 5), era sabido que a indústria amargaria uma queda razoável em 2012, estimada em 15%.

O mercado pegou (no tranco) no final do ano, deixando a expectativa de bons resultados em 2013, diante das necessidades na área de infra-estrutura, do estímulos das taxas Finame e de um crescimento do PIB na casa dos 3%. A contabilidade da Fenabrave sobre os licenciamentos traz pequena diferença em relação aos números da Anfavea, registrando o emplacamento de 137.722 unidades.

A marca Volkswagen liderou as vendas no mercado interno em 2012, com 29,75% do total e 40.967 unidades. Vieram a seguir a Mercedes-Benz (34.527 e 25,07%), a Ford (21.816 e 15,84%), Volvo (15.877 e 11,53%), Scania (11.078 e 8,04%), Iveco (10.376 e 7,53%).

As outras marcas responsáveis pelos demais 2,24% do mercado foram a Sinotruk (677 unidades), Agrale (533), International (521), JMC (477), MAN (456), JBC (249), Hyundai (133), Shacman (15), Renault (5), DAF (3), FAW (2), GM (2), Foton (2) e Fiat (1).

RANKING DE 2011

A lista das marcas de caminhões mais vendidas em 2011 não foi muito diferente da apresentada em 2012, segundo dados da Fenabrave. Confira:

VW 29,43%
Mercedes-Benz 24,55%
Ford 17,58%
Volvo 11,04%
Iveco 8,26%
Scania 7,81%

 
  Todos os Direitos Autorais Reservados à LINK Transportes e Logística